Dicas

Aprenda a sublinhar o texto do jeito certo

48Se tem uma técnica de estudo universal, com certeza é a de sublinhar ou grifar o texto enquanto lemos. Tem gente que abusa e grifa quase a página inteira (me incluo nesse grupo), outros já destacam quase nada. Seja como for, é possível que você esteja usando esse recurso da forma errada, ou deixando de aproveitar tudo que ele oferece em termos de aprendizado e fixação de conteúdo.

Para começar, a coisa mais importante que é preciso saber é que não dá para ir sublinhando a esmo, ou seja, aleatoriamente selecionando frases para destacar. É necessário desenvolver um método de grifar baseado no que você deve saber sobre aquele conteúdo – e isso depende muito de fatores como quais dificuldades você tem na disciplina, quais tópicos já estão memorizados, entre outros.

A ideia é que, ao revisar o conteúdo, as partes grifadas sejam suficientes para retomar na sua memória o todo estudado. Por isso, as palavras sublinhadas, idealmente, devem fazer sentido se lidas separadamente do texto. Assim, seu trabalho na hora de revisar vai ser bem menor, facilitando até se você quiser fazer um esquema ou resumo próprio depois.

 

O que deve ser sublinhado?

Antes de tudo, para estar apto a sublinhar corretamente o texto, você precisa ter lido bastante e com muita atenção. O ideal é que você tenha repassado o conteúdo ao menos duas ou três vezes antes de grifar, para ter ideia real de quais são as ideias-chave do texto.

Só devem ser sublinhadas as partes fundamentais, geralmente que compõem a ideia principal do texto. Lembre, mais do que palavras, você deve procurar as ideias mais relevantes. Também é importante destacar as palavras técnicas ou específicas do tema e qualquer dado relevante que contribuia para a compreensão.

Para verificar se sublinhamos corretamente, basta fazer perguntas sobre o conteúdo, e, se as respostas estão nas palavras que foram sublinhadas, é sinal de que o trabalho está correto.

Como deve ser sublinhado?

Há várias técnicas que você pode usar. Veja:

1. Use lápis de cor ou caneta colorida para destacar informações de importâncias diferentes. Por exemplo, use o vermelho para sublinhar as ideias principais, o azul para as complementares e o verde para detalhes, dados e números importantes.

2. Também pode usar os enquadramentos ou círculos para destacar as ideias mais importantes. Basta circular as frases ou palavras de relevância. Outra ideia é colocar linhas verticais ao lado da parte importante do texto para reforçar aquele trecho.

3. Use setas para ligar partes que se complementam. Dá para usar ligando dados, ideias e parágrafos que se complementam, facilitando na hora de revisar.

4. Se houver pontos que precisam ser revistos ou perguntados ao professor, marque com cor diferente ou coloque exclamações (!!!!) em volta, para relembrá-lo de tirar esta dúvida.

Depois de grifar e destacar todo o texto, faça (de memória) uma lista das cinco principais ideias, em ordem, sobre o conteúdo, e em seguida das dúvidas que precisam ser tiradas. Em seguida, repasse tudo com o professor para se certificar de que o conteúdo foi bem compreendido.

Fonte: As melhores técnicas de estudo, de Barnabé Tierno. Editora Martins Fontes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s